Monte Xisto



A presença do bairro de Monte Xisto entre os espaços de intervenção no âmbito da representação portuguesa na 14ª Exposição Internacional de Arquitetura – La Biennale di Venezia é uma oportunidade para que instituições e agentes da transformação contribuam para o desenvolvimento da arquitetura e do urbanismo e se debrucem sobre a sua peculiaridade.

Sendo este um bairro de génese ilegal, é de absoluta relevância tornar este espaço num potencial sujeito de análise e intervenção.

O cruzamento entre a intervenção artística no domínio da arquitetura e as necessidades sociais que este bairro apresenta é demonstrativo do poder social que as artes têm. Simultaneamente assiste-se à reabilitação de casas, locais onde pessoas vivem e dos quais fruem, e à exposição, em sentido lato, de objetos artísticos conceptualmente relevantes e estimulantes.

À equipa, liderada por Paulo Moreira e constituída pelo AtelierMob e pelos fotógrafos Nelson D’Aires, Paulo Pimenta e Valter Vinagre, em estreita concertação com o Município de Matosinhos e inspirada pela vida e movimento dos moradores do Monte Xisto, desejo que o tempo cuide de reconhecer o engenho por vós empreendido neste projeto.